05
julho

Clima da Grécia inspirou terraço da Casa Cor São Paulo 2022

Referências da arquitetura grega Marcan o paisagismo de Luciano Zanardo para seu Terraço Hélade

Berço da civilização ocidental e referência em áreas tão expressivas na humanidade, como a cultura, a filosofia e a política, a Grécia, na Europa, sempre será uma inspiração. Seja para ‘beber’ da fonte de tanto conhecimento ao visitar as ruínas de imponentes monumentos arqueológicos onde percorreram nomes como Sócrates e Platão, a arquitetura grega é marcada por outros cenários que encantam o imaginário humano. O céu azul, a costa litorânea formada por mais de seis mil ilhas, as casinhas incrustadas nos morros com suas paredes caiadas de branco e as esquadrias azuis são referências que marcam o país.

Foi com essa verdadeira imersão que o paisagista Luciano Zanardo, à frente do escritório Zanardo Paisagismo, concebeu o seu Terraço Hélade, ambiente que assina para a 35ª Edição da CASACOR São Paulo.

Com 140 m², o jardim grego se conecta com o Restaurante Myk, referência na gastronomia grega na capital paulista. No terraço com vista para a Avenida Paulista – onde está localizado o Conjunto Nacional –, sua inspiração foi conceber um espaço para apreciar a vida.

Desde o nome (Hélade), nosso projeto se alinhou com os conceitos trazidos pelo Myk para o evento, bem como o legado que os povos gregos perpetuaram até os dias de hoje. Essa forma de entender a vida, tão marcante nas reflexões dos filósofos, dizem muito respeito sobre como devemos aproveitar a vida em completa plenitude”, avalia Zanardo.

No jardim grego, espaço aberto que complementa o restaurante Myk, o visitante é incentivado a apreciar o momento. O Terraço Hélade, de Luciano Zanardo, acolhe e permite que o imaginário realize uma viagem nas belas paisagens do país europeu | Foto: Renato Navarro

Na sua proposta de jardim, realizado no mesmo local que outrora recebeu as instalações do tradicional restaurante Fasano, o público visitante da mostra será recepcionado pelo convite à contemplação. Fazendo referência à linguagem arquitetônica – tão marcante na memória pelas fotografias e em filmes como o Mamma Mia! –, o Terraço Hélade é marcado pelo branco presente nas paredes com pé-direito amplo, que fazem alusão à estética caiada, e os tons de azul representados pelos vasos que recebem as espécies naturais.

Essa ideia foi bastante pertinente, seguindo a essência que desejávamos imprimir em nosso ambiente”, declara o profissional.

Como em uma praça, as peças de cerâmica vietnamita, da Organne Vasos Décor, produzidas com uma técnica artesanal que oferece alta resistência e uma beleza única com seu acabamento vitrificado foram eleitas para acomodar uma vegetação composta por plantas que fazem alusão à natureza presente na região do Mediterrâneo, onde a Grécia está localizada. Essa seleção transformou o terraço com vasos com diferentes tamanhos e diâmetros que abrigam a longevidade das árvores de Oliveira e o frondoso Bougainville, pequeno arbusto também conhecido como ‘Primavera’, com floração delicada em cachos. Não à toa, Luciano escolheu a intensidade marcante do lilás, tonalidade marcante no período invernal.

Acompanhando as nuances do azul, os vasos vietnamitas expõem oliveiras, uma das árvores há mais tempo cultivadas pelo homem e repletas de conotações simbólicas, a profusão do lilás nos cachos de Bougainville, além de alecrins e lavandas | Foto: Renato Navarro

Para complementar, o paisagismo é mesclado ainda por vasos com lavandas e alecrins.

Morando em grandes cidades como São Paulo, pode ser difícil a realização do desejo de plantar diretamente na terra. Por isso, quero mostrar como é possível estar em contato com o verde e o colorido das plantas, mesmo dispostas em vasos”, relata.

Além de demonstrar a viabilidade da presença do verde, ele denota a distinção das plantas em função da sua resistência, principalmente em épocas de inverno, e a adaptação para locais abertos. 

“Com a exuberância de espécies apaixonadas pelo sol, somos louvados pela luminosidade que será abundante na posição do nosso ambiente”, detalha Luciano Zanardo.

Com a intenção de inspirar aqueles que desejam cuidar de plantas, mas que não desfrutam de muito tempo para promover os cuidados, o paisagista ressalta a resistência das espécies, pois três regas semanais bastam para a manutenção e o desenvolvimento.

Na proposta elaborada pelo paisagista, a visita ao Terraço Hélade será um momento para que cada um possa sentir-se no seu ‘Infinito Particular’ – temática eleita para a CASACOR São Paulo 2022. Na fluidez com que conduziu a concepção do jardim, três fontes posicionadas ao longo do caminho transmitem a mensagem profunda e, ao mesmo tempo, pacífica da água, que junto com o simbolismo da vida, evocam tantos outros significados para as culturas presentes no mundo.

Em um piscar de olhos, o visitante pode realizar a sua transposição imaginária e sentir-se na região banhada pelos mares Egeu e Jônico”, revela Zanardo, situando a localização da Grécia no continente europeu.

A calma transmitida pela água que corre nas fontes e o mobiliário disposto por todo ambiente perfaz o Terraço Hélade. Oportunidade para contemplar e olhar para si | Foto: Renato Navarro

Para acolher o público que mergulhará na proposta de conectar seus sentidos ao clima grego-mediterrâneo, o paisagismo entrelaça o mobiliário orgânico da Zeea, assinado pelo jovem designer brasileiro Victor Vasconcelos. As peças evocam o conforto, a leveza, o minimalismo e as formas orgânicas presentes na mesa de centro de travertino, em sofás, bancos e poltronas que exploram as nuances de tons off white e se adequam tanto para ambientes externos como internos. Visando o aconchego, o paisagista incorporou no layout a disposição de três lounges complementados por tapetes redondos e passadeiras confeccionados artesanalmente pela Anapi Tapetes. 

“Enfatizamos a seleção desses itens como maneira de mostrar que um jardim aberto não precisa ser tolhido do bem-estar. A escolha precisa dos materiais permite que a ideia de uma sala de estar possa figurar também em um terraço ao ar livre, como é nosso caso”, explana.

Para acolher o público que mergulhará na proposta de conectar seus sentidos ao clima grego-mediterrâneo, o paisagismo entrelaça o mobiliário orgânico da Zeea, assinado pelo jovem designer brasileiro Victor Vasconcelos. As peças evocam o conforto, a leveza, o minimalismo e as formas orgânicas presentes na mesa de centro de travertino, em sofás, bancos e poltronas que exploram as nuances de tons off white e se adequam tanto para ambientes externos como internos.
Visando o aconchego, o paisagista incorporou no layout a disposição de três lounges complementados por tapetes redondos e passadeiras confeccionados artesanalmente pela Anapi Tapetes. 

“Enfatizamos a seleção desses itens como maneira de mostrar que um jardim aberto não precisa ser tolhido do bem-estar. A escolha precisa dos materiais permite que a ideia de uma sala de estar possa figurar também em um terraço ao ar livre, como é nosso caso”, explana.    

Desafios de atuar em prédio imponente e tombado pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico)  

Alçado como patrimônio histórico, o Conjunto Nacional foi um ponto desafiador para os profissionais participantes da mostra, incluindo Luciano Zanardo. Muito bem-sucedido em seu Terraço Hélade, o trabalho de elaboração dos espaços foi promovido em total respeito às características do local. Nas paredes, o paisagista manteve a tonalidade branca, já existente, assim como assumiu o piso.  

Depois de um processo de lavagem, o efeito restaurador nos trouxe um tom de cinza muito presente na arquitetura Grécia, que nos deixou satisfeitos”, conta.
Por fim, o fato de não plantar diretamente na terra não se configurou como uma questão impeditiva, uma vez que ângulo de visão trabalhado por ele para destacar a vegetação cumpriu o papel gostoso e convidativo que um jardim preconiza para despertar os sentimentos em quem o visita.  

Fotos: Renato Navarro

Fornecedores:

– Cortina: Artemarkante

– Iluminação jardim: Ligth In Garden

– Mobiliário: Zeea 

– Quadros (Tríptico Obra Grain): Felipe Alvarez

– Seixos brancos: Palimanan Revestimentos 

– Tapetes: Anapi Tapetes

– Vasos Vietnamitas e fontes: Organne Vasos Décor

– Vegetação: Sítio Raio de Sol

35ª edição CASACOR São Paulo

Conjunto Nacional – Avenida Paulista, 2073

Localização: Terraço Hélade

Período de visitação: 05 de julho a 11 de setembro de 2022 

Horário: terça a sábado, das 12h às 22h | domingo, das 11 às 21h 


Zanardo Paisagismo 

Tel. (11) 98888-6618 

www.zanardopaisagismo.com.br 

@zanardopaisagismo 

Divulgação:
DC33 Comunicação
Barbara Perez, Glaucia Ferreira, Danilo Costa

www.dc33.com.br / @dc33comunicacao

Quem escreve:

Newsletter

Assine para receber novidades do blog!

banner_875x90

Posts relacionados

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.