Um Refúgio Urbano, por Marina Linhares

refugio-urbano-por-marina-linhares

O ambiente Refúgio Urbano, assinado por Marina Linhares é um escapismo para o dia a dia. Essa é a definição para do espaço projetado para a Casa Cor São Paulo 2018 que ressalta esse ano que a casa funciona, cada vez mais, como um porto físico, espiritual e mental.
Assim como a designer de interiores criou esse ambiente em meio aos bosques do Jockey Club de São Paulo, ele poderia estar em uma casa de campo, ou ser um roof top ou mesmo uma casa de praia e isso é o interessante, é a casa que pode estar em qualquer lugar, uma casa viva.

refugio-urbano-por-marina-linhares“Criamos um espaço que fala de pequenos prazeres, que remete a casa como santuário…. Assim, nos sentimos protegidos e conectados pois não deixamos de lado o que há de mais atual em tecnologia”, explica Marina.

refugio-urbano-por-marina-linhares

Para isso, ela trouxe a natureza para dentro do ambiente, literalmente! Isso significa que, além das paredes de vidro, que permitem que a luz e as cores do bosque em volta interajam e invadam o espaço, Marina incorporou ao projeto árvores tombadas pela prefeitura da cidade, provocando sua criatividade a tirar proveito da situação, dando origem a um ambiente charmoso e, ao mesmo tempo, fazendo com a que arquitetura obedeça às regras da natureza.

refugio-urbano-por-marina-linhares
refugio-urbano-por-marina-linhares

O ambiente foi conceituado em conjunto com o paisagista Alexandre Furcolin.
Em seus projetos, Marina procura entender o “desejo” de cada cliente e realiza projetos acolhedores, funcionais e atemporais, refletindo a personalidade, suas histórias afetivas e sonhos para o futuro.
A sinergia com o cliente e sua estética apurada dão vida e emoção a cada ambiente! A estética é a consequência, diz ela.
Fotos – divulgação.

 

 

This entry was posted in architecture, Arquitetura and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink. Trackbacks are closed, but you can post a comment.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*

Você é humano?

*

  • Publicidade