19
novembro

Detalhes de uma Sala Multifuncional

sala-multifuncional

Imagine aquela cena cotidiana: ao chegar em casa cansado, corre-se apenas o tempo de tirar a bolsa do ombro e jogar-se no sofá. Para isso, a sala de estar deve ser aconchegante, receptiva e com personalidade, pois é o ambiente que acolhe moradores e visitantes.
Na evolução do conceito, a sala de estar deixou de ser apenas o local de receber convidados para se tornar parte do dia-a-dia das pessoas. Integradas com a sala de jantar, home office e sala de TV, a sala vive um conceito multifunções.

No momento de escolher os objetos e mobiliário, deve existir harmonia e coerência”, diz Simone Goltcher.

sala-multifunciomal

Durante a Mostra Morar Mais São Paulo que encerrou domingo, a arquiteta e designer de interiores assinou a sala de 50m² com essência sofisticada, moderna e tecnológica, na integração de living, home office e sala de TV.

Poder trabalhar, interagir e descansar no mesmo ambiente é bem bacana e esse pedido por parte dos clientes tem sido cada vez mais recorrente”, conta Simone.

O ponto de partida da designer de interiores, foi a exploração do estilo contemporâneo com base neutra, trabalhado de maneira que todo o ambiente agregasse tecnologia e interação, sem perder a atmosfera de lar.

“Esse foi um ponto que mudou bastante do conceito antigo de sala de estar. Hoje temos uma quantidade muito superior de equipamentos eletrônicos e a necessidade de considerar o wifi, fundamental para a utilização dos smartphones, o notebook no home office e para assistir na televisão os títulos de filmes oferecidos nas plataformas de streamings”.

Dessa forma, a estrutura elétrica e cabeamento de internet devem fazer parte do projeto da nova sala de estar.
Os itens escolhidos para a decoração promovem a coexistência de moradores e convidados. Os sofás desenhados por Simone revelam a comodidade e o equilíbrio perfeito entre o linho do estofado e o couro sintético no encosto. As 12 cadeiras complementam os sofás.

sala-multifuncional
As coloridas telas da artista plástica Linda Dayan sobre os boiseries na parte inferior das paredes, fazem moldura para o home office.

O cantinho para receber o home office teve aplicação de marcenaria para a bancada, com dois lugares e nichos para livros e pastas pessoais.

“Cada vez mais o trabalhar em casa e o estudar se fazem presente na vida das pessoas. Não dá para improvisar na mesa de jantar ou sentado no sofá com o notebook no colo. A decoração nos permite construir um ambiente próprio para isso, contribuindo para os resultados pessoais do morador”, acrescenta Simone.

Detalhe do home-office
Detalhe do home office

O projetor transmite a sensação de cinema em casa e, ao invés de sair do teto, como em geral acontece, Simone usou um display que simula uma TV de 120 polegadas que ainda permite visualização na claridade.  

“A tecnologia e a nova rotina dão o tom do décor”, finaliza.

sala-multifuncional
sala-multifuncional

Fotografia: João Ribeiro Foto

Simone Goltcher Interiores
www.simonegoltcher.com.br
www.diariodoarquiteto.com.br

Divulgação:
dc33 Comunicação
F. (11) 3129 4382

Newsletter

Assine para receber novidades do blog!

banner_875x90

Posts relacionados

Deixe seu comentário

Você é humano?

*