02
setembro

Dicas da arquiteta Karina Korn para os versáteis futons

dicas-de-karina-korna-para-futons
Projeto Karina Korn | Foto Eduardo Pozella

Bom dia, queridos!
Faz algum tempo que não falamos por aqui nos versáteis futons, que podem ser usados em tantos ambientes da casa!
Hoje vamos ver as ótimas dicas da arquiteta Karina Korn para que ele possa ser bem aproveitado!
Associado a uma decoração moderna, ele tem uma longa história, com origem há cerca de 3 mil anos, na Ásia. Característico das camas tradicionais do Japão, chegou ao Brasil junto com imigrantes vindos de lá, no século 20.  Foi nos anos 80, quando o designer americano William Brower criou o sofá-cama futon, que ele passou a ser reconhecido como parte do mobiliário moderno. A grande vantagem do futon, se comparado a um estofado tradicional, é a mobilidade.

O futon é bacana porque, além de confortável, ele é fácil de ser transportado. Você pode tirá-lo de cima de um tablado e usá-lo para sentar no chão, por exemplo”, conta a arquiteta Karina Korn.

Quanto à combinação dos futons em diversos estilos de décor, Karina faz uma ressalva:

Ele até combina em todos os tipos de decoração, mas é uma peça mais moderna e descolada. Em um décor clássico, talvez caiba uma peça mais lisa, sem os nós e amarrações do futon turco”, aconselha a profissional.

Confere alguns ambientes com futons para se inspirar:

Marcenaria + futon

futton-na marcenaria
Projeto Karina Korn | Foto Eduardo Pozella

Nesse apartamento de uma família de cinco pessoas que gostam de receber amigos, a varanda é o ponto de encontro. Karina usou futons sobre o banco de madeira de demolição com dupla função. Primeiro, acomodar o maior número possível de pessoas sentadas em uma festa ou em reuniões de família.
Segundo, criar um espaço de relaxamento.

“Nesse cantinho com maior profundidade, eles podem se jogar e deitar, para ler ou ficar no computador. A ideia era uma decoração descolada e que fosse bem gostosa para a família inteira”, conta a arquiteta.

Quarto de criança

futon-no-quarto-de-criança
Projeto Karina Korn | Foto:Eduardo Pozzela

Nos quartos de crianças e adolescentes, o futon pode ser uma alternativa às bicamas. Guardados em nichos sob a cama, eles se transformam em colchões para as festas de pijama com os amigos.

“Se você tem dois futons, podem dormir três pessoas no quarto, enquanto a bicama comporta apenas duas”, diz Karina. A solução também pode ser aplicada em quartos de hóspedes.

Futon na varanda

futon-na-varanda
Projeto Karina Korn Arquitetura | Foto Eduardo Pozella

Essa varanda é o encontro de três quartos, acessada pelo dormitório do casal e das duas filhas. É ali que a família se reúne para sentar e conversar, então o espaço funciona como uma sala íntima e de estudos. 

“O futon também se torna um lugar bem mais tranquilo para ficar deitado e para ler, porque ele não está no meio da sala”, conta Karina.

Cantinho Zen

futon-no-cantinho-zen
Projeto arquiteta Karina Korn | Foto Eduardo Pozella

Embaixo da escada de um apartamento duplex, os futons menores sobre o tablado de madeira ajudam a compor um cantinho com atmosfera zen e mística, dedicado ao relaxamento.

Projeto:
Karina Korn Arquitetura
F. (11) 3473 1303
www.karinakorn.com.br

Divulgação: dc33 Comunicação
(11) 3129 4382

Quem escreve:

Newsletter

Assine para receber novidades do blog!

banner_875x90

Posts relacionados

Deixe seu comentário

Você é humano?

*