01
outubro

Integração total em 72m²

livn-arquitetura

Integração total foi o que guiou o projeto deste apartamento, de 72 m², assinado pela arquiteta Júlia Guadix, da Liv’n Arquitetura. O imóvel, entregue pela Maxhaus, fica localizado na Vila Olímpia, bairro da capital paulista, e foi pensado para receber um casal de São José dos Campos (SP) que precisava de um endereço para passar parte da semana em São Paulo por conta de suas atividades profissionais.

“Como estar em São Paulo é uma constante para eles, o apartamento precisava trazer ares de lar, mas com a praticidade que a dinâmica da vida em São Paulo nos pede”, relembra Júlia.

Com um olhar a curto e médio prazo, pois no futuro a ideia dos proprietários é rentabilizar com o imóvel voltado para locação, o projeto prezou pela amplitude, valorizando a área disponível, bem como propiciou um bom espaço para armazenamento.

Dentro do contexto de integração, o dormitório tornou-se um dos destaques em função da possibilidade de fechá-lo, quando necessário, e a posição privilegiada da cama. Em frente à janela, a vista do 19ª andar para o skyline paulistano é uma oportunidade de contemplação.

Na planta original, o apartamento foi entregue sem divisórias. Por isso, o projeto comandado por Júlia não precisou do tradicional quebra-quebra para a integração.

integração-total

Trilhos instalados no teto permitem o movimento das folhas da porta de correr instalada para o ‘fechamento’ do dormitório.

livn-arquitetura

Para realizar o desejo dos moradores de conectar parcialmente o quarto e área social, a arquiteta apostou em portas de correr entre o quarto e a sala. E esse foi, sem dúvidas, o maior desafio dentro do quesito orçamento.

Levou um tempo até chegarmos nessa solução que coube no bolso e nos agradou (muito!) esteticamente. Nossa preocupação era fazer uma divisória durável, com um visual bacana e uma ótima relação custo x benefício”, detalha Júlia.

Nas costas da cabeceira da cama, o painel de aço perfurado, mantém a privacidade, ‘conversa’ com o concreto aparente presente no apartamento e tem um ‘quê’ de efeito muxarabi. A solução ainda deu espaço para o home office completo, visando os momentos em que o casal precisa trabalhar em casa.

integração-total-no-apartamento
liv-n-arquitetura
Júlia apostou na marcenaria sob medida para criar um banco na parede da janela, que contempla a linda vista do 19º andar. O ambiente traz um delicioso cantinho de leitura equipado pela poltrona Costela
liv-n-arquitetura

No projeto de arquitetura de interiores, Júlia investiu em uma base com tons de cinza e nude para as peças, incluindo o padrão da marcenaria, garantindo assim um décor monocromático. A opção permitiu que a arquiteta trouxesse a tranquilidade e beleza do azul presente no tapete da sala de estar, nas almofadas, bem como o colorido dos quadros apoiados no entorno do cômodo.

Acredito que assim o projeto fica mais atemporal. Para a escolha das cores, eu vejo com os clientes quais são as cores preferidas e não escondo minha preferência pelos tons de azul”, brinca.

liv-n-arquitetura
integração-total-maxhaus

sala de jantar destaca a mesa em laca branca acompanhada por cadeiras de assento e encosto em palhinha e, do outro lado, o estofado caramelo em acabamento capitonê. Além da iluminação geral, garantida pelo trilho, o pendente produz um toque intimista ao ambiente.

integracao-total-maxhaus

cozinha trouxe um balcão de quartzo laranja, que deu uma alegria para o apartamento.

Foi um pedido da cliente que eu adorei fazer”, finaliza a arquiteta.

Fotografia: Guilherme Pucci

Liv’n Arquitetura
Av. Dr. Cardoso de Melo, 291, São Paulo – SP
(11) 94537 – 0101
www.livn.arq.br
Instagram: @livn.arq

Informações para imprensa
dc33 Comunicação
Bianca Benfatti, Glaucia Ferreira e Danilo Costa
press@dc33.com.br
coordenacao@dc33.com.br
www.dc33.com.br

Quem escreve:

Newsletter

Assine para receber novidades do blog!

banner_875x90

Posts relacionados

Deixe seu comentário

Você é humano?

*