08
março

Vamos falar sobre tintas? 2

tintas-para-madeiraBom dia!
Comecei na semana passada a série dos posts falando sobre tintas. O primeiro, foi sobre a escolha de tintas para paredes e hoje, vamos falar na escolha de tintas para madeira.
Se você quer mudar a pintura de paredes de madeira, portas, marcos da porta, rodapés, móveis, a tinta a ser usada e o preparo será diferente das paredes de alvenaria.
Depois de vermos qual a tinta  a escolher, começaremos a falar em como aplica-las nas alvenarias e na madeira, está bem assim?
Para pintar madeira, a gente não escapa: precisa preparar a superfície. Mas essa é outra história.

tintas-para-madeira
Qual tinta usar?
Antigamente, pintar madeira significava usar tinta a óleo e esmaltes sintéticos. Isso, até surgirem as tintas à base de água. Existem também os fundos preparadores para madeira e massas especiais para corrigir imperfeições.
Tintas usadas para pintar madeiras:
Esmalte sintético_ ainda á a mais usada para pintar portas e janelas. Muitos ainda usam para pintar móveis. É uma tinta à base de solvente, com cheiro forte e secagem demorada.
Dilui com solvente (tipo aguarás) que também limpa os pincéis.
Para dissolver a tinta ou limpar os pincéis, use recipiente de vidro ou lata. Não deve ser usado plástico.
O solvente é altamente inflamável.
O acabamento pode ser brilhoso, acetinado ou fosco.
Esmalte à base de água– há tempo está substituindo o esmalte sintético. A tinta esmalte à base de água serve para pintar madeiras internas e externas, móveis e objetos. Eu adoro pintar com ela, mas sei que tem pessoas que encontram certa dificuldade na aplicação. Em próximo post, tentarei explicar como eu faço. Descobri na prática um jeito de pintar, que acerto sempre!
PVA- uso muito a tinta PVA látex para pintar madeira. Mesmo quando vou usar a tinta esmalte, costumo usar a PVA como base, porque a cobertura fica bem melhor! Sobre ela, aplico a tinta esmalte à base de água.
Nos móveis e objetos pintados com a PVA, passo sobre ela: tinta esmalte à base de água ou verniz acrílico. A PVA sozinha não resiste ao contato e à lavagem.

Queridos, não pretendo dar aulas de pintura, apenas noções básicas para quem quiser começar a pintar em casa e não se sentir perdido ao entrar na loja de tintas. Na verdade, só facilita, porque os atendentes de qualquer marca de tinta são ótimos e conseguem tirar as dúvidas.

Complementando os dois posts:
Tintas à base de água – dissolve com água e limpa os pincéis com água.
Tintas à base de solvente – dissolve com solvente e limpa os pincéis com solvente.

Importante: não se mistura uma com a outra!
Não se mistura tinta à base de solvente, com tinta à base de água. Seria como misturar água e azeite. Também não misture os pincéis.
tintas-para-madeira
tintas-para-madeira
tintas-para-madeira
tintas-para-madeira
tintas-para-madeira
tintas-para-madeira
tintas-para-madeira
tintas-para-madeira
Gostaram, queridos? Vocês acham que ajuda esse tipo de post?
Bom dia!
Bj, Malu

Se você não viu o primeiro post sobre as tintas, clique AQUI.

 

 

 

Quem escreve:

Newsletter

Assine para receber novidades do blog!

banner_875x90

Posts relacionados

Deixe seu comentário

Você é humano?

*

2 Comentários

  • janaina
    08 março, 2016

    Nem imaginas o quanto teus posts ajudam estou quase um picasso nos pincéis kkkkk
    Um bom final do Dia Internacional da Mulher. Beijo

    • Malu
      09 março, 2016

      Ai, Jana, que coisa maravilhosa de ler isso!!! Pintar é tudo de bom! Faz um bem danado para a alma! Misturar as tintas, ir soltando a imaginação, pintando e repintando. a vida tem outro sabor! Amei saber que ajudei o teu início artista dos pincéis! 🙂
      Não desiste! Feliz todos os dias da mulher para ti também, querida!Beijão