13
agosto

Banheiro SPA, dicas para ter um ambiente de relaxamento em casa

spa-em-casa
Projeto Cristiane Schiavoni | Foto Carlos Piratininga

Independentemente do tamanho, quem não sonha em transformar o banheiro padrão em um SPA?
Em casa, sabemos que o banheiro é mais que um ambiente fundamental. Além da preocupação de sempre mantê-lo impecável, o ambiente tornou-se um lugar de relaxamento e de estar apenas consigo. Depois de um dia cansativo, quem não deseja um banho para deixar a água quente cair no corpo e sair do banheiro com uma outra sensação?

Seja pequeno, médio ou grande, os profissionais de arquitetura Bruno Moraes, à frente do escritório com o seu nome, Pati Cillo, do Pati Cillo Arquitetura, e Cristiane Schiavoni, que comanda seu escritório, mostram que o projeto do banheiro pode ir além do trivial e se configurar em um banheiro SPA. A pergunta é: por que não ter esse prazer em casa, não é mesmo?

No projeto da reforma ou de construção de um novinho, é preciso ter em mente o desejo real dos moradores. Por exemplo: precisa ser uma banheira dupla ou para apenas uma pessoa? Qual o tipo de chuveiro? Incluir um espaço duplo na bancada – perfeito para a vida do casal –, é de fato relevante para a vida dos dois?

Para planejar o espaço, devemos pensar esses itens de forma integral, bem como considerar a circulação”, destaca a arquiteta Cristiane Schiavoni.

spa-em-casa
SPA com ofurô projetada pelo arquiteto Bruno Moraes. Junto com a tina de madeira, dois patamares elaborados com deck de cumaru servem como apoio para as toalhas e itens de banho, além de evocarem a paz | Foto: Luis Gomes

 Ao analisar todos os pormenores, é hora de estudar o layout. Para isso, o profissional de arquitetura deve iniciar o entendimento sobre a dinâmica do uso do ambiente, que é muito particular para cada pessoa. Em cômodos com banheira de hidromassagem, há quem prefira usar primeiro a ducha e depois partir para a imersão. 

“Nesse casopodemos criar um acesso direto do box da ducha para a banheira, sem a necessidade de circular pelo espaço do banheiro”, explica o arquiteto Bruno Moraes.

Quando o cliente expressa a preferência pela ducha dentro da própria banheira, o arquiteto aconselha a colocação de uma versão de teto centralizada no eixo da banheira, provendo assim um banho mais confortável.

spa-em-casa
Na área interna do box, a arquiteta Cristiane Schiavoni incluiu a banheiro de hidromassagem e as duas duchas utilizadas pelo casal | Foto: Carlos Piratininga

 Uma ressalva importante trazida por Cristiane e Bruno Moraes: um banheiro SPA não implica na prerrogativa de se ter uma banheira. A depender da área do cômodo ou mesmo da predileção, as colunas de hidromassagem promovem a função de relaxamento, duplicando o espaço do box, oferecendo descanso ilimitado, praticidade e alta tecnologia. Os usuários podem regular a intensidade e a temperatura dos jatos de acordo com o gosto pessoal.

 Revestimentos para o SPA

Avançando por mais um capítulo, para cunhar o conceito de banheiro SPA o projeto precisa investir em materiais de qualidade como louças, metais revestimentos e a iluminação propícia para uma atmosfera relaxante e acolhedora.

Gosto muito da tecnologia que provê aos porcelanatos a possibilidade de remeter à madeira, couro e outros elementos que trazem a sensação acolhedora sem usar o próprio material. Dessa forma, concebemos um ambiente muito seguro para a utilização da água e produtos químicos”, diz Cristiane Schiavoni.

Na mesma preocupação com a resistência para essas áreas molhadas, o arquiteto Bruno Moraes se diz fã de revestimentos cerâmicos, como os hexagonais, e as pastilhas de porcelanas, que produzem um efeito muito charmoso aos projetos. Ele aproveita para destacar a ressalva na especificação de madeiras, haja vista nem todas são duráveis para ambientes expostos à umidade frequente.

Quando opto pelo material, a Cumaru é minha favorita. Dependendo da proposta do ambiente, não conseguimos fugir da madeira, pois seu estilo rústico é inconfundível”, compartilha.

spa-em-casa
Na área do ofurô, o arquiteto Bruno Moraes escolheu o tom acinzentado para o revestimento cerâmico hexagonal | Foto: Luis Gomes

Tanto Bruno, quanto Cristiane e Pati Cillo já apontaram seus olhares para o amadeirado e outros componentes que evocam o bem-estar.

O branco sempre será a cor mais usada num banheiro… aquela escolha que não tem erro e com mais chance de agradar a todos. Mas hoje em dia vale equilibrar o branco com o emprego de outras tonalidades e materiais, como a madeira”, relata a arquiteta Pati Cillo.

spa-em-casa
Com predomínio do branco e do bege, o banheiro SPA executado por Pati Cillo, em parceria com a Figoli Ravecca, destaca a banheira de hidromassagem separada da área do box, possibilitando que esposa e marido usem o ambiente ao mesmo tempo | Foto: Luis Gomes

Iluminação

De que adianta cuidar de todos os detalhes e não priorizar a iluminação? 

“Sempre digo para os clientes que a iluminação contribui com eficácia para esses ares de calma que eles anseiam”, ressalta a arquiteta Pati Cillo.

Assim, o projeto luminotécnico deve prover uma iluminação geral, uma luz mais leve para o espaço do banho e outra uma mais focada para os cuidados de skincare, maquiagem e fazer a barba.

banheiro-spa
Na suíte master assinada por Cristiane Schiavoni, lâmpadas de cromoterapia presente no forro compõem a iluminação indireta ideal para o momento do SPA. Os pendentes deixam o ambiente ainda mais convidativo e relaxante | Foto: Carlos Piratininga

Novidades no mercado

Junto com boas ideias apresentadas pelos arquitetos, produtos desenvolvidos pelo mercado contribuem na missão de deixar o banheiro de casa muito perto – ou até melhor – que os ambientes de hotéis e clínicas! Já pensou no desconforto de sair do banho e pisar no piso frio? Cristiane Schiavoni explica que o piso aquecido é a solução.

Super fácil de aplicar, o morador consegue controlar a temperatura de piso e sensação de bem quentinho”, afirma. Outro item que a profissional não abre mão é o toalheiro aquecido, que exerce a função de secar as toalhas usadas na vez anterior e deixá-las aquecidas para o uso. “Aposte sempre nos pequenos detalhes que completam o prazer pós-banho”, recomenda.

Com o mesmo pensamento de comodidade após o banho, o mercado conta com modelos de box produzidos com ventosa de silicone na lateral, que não deixam o vapor de dentro vazar. Para tanto, são instalados do piso ao teto, transformando o espaço em uma verdadeira sauna. 

“Segundo os especialistas em pele, o vapor colabora para a abertura dos poros, sendo perfeito para esfoliações, hidratação do cabelo e outros procedimentos estéticos”, enumera Bruno.

Outra sugestão diz respeito aos espelhos antiembaçantes, que são modelos funcionais ligados na tomada.

Todos sabemos como é chato querer se arrumar depois do banho e ter o espelho tradicional todo embaçado. Por isso, é importante prevermos desembaçadores que são instalados por trás do espelho, deixando sua imagem certinha e sem precisar passar a mão”, recomenda Cristiane.

Além dessa funcionalidade, os espelhos podem trazer iluminação frontal, estilo camarim, para não gerar sombra e auxiliar na hora da maquiagem.

Quando a iluminação vem apenas pelo teto, as sombras no rosto são inevitáveis”, detalha a arquiteta. 

Outro detalhe valioso está na atenção em adquirir uma lâmpada com índice de reprodução de cor maior que 80%, que reproduzirá fielmente as cores da maquiagem.

A Roca, referência em tecnologia, inovação e líder mundial em soluções para o banho apresenta duas sugestões: o Essential 2.0 assegura o controle com precisão da temperatura e vazão da água, além de contar com quatro saídas, incluindo chuveiro de mão. Já Evolution propõe mais um passo ao oferecer com cinco saídas, aumentando a intensidade do fluxo da água na hora do banho. Ambos são fabricados em aço inoxidável e misturador termostático.

coluna-de-hidromassagem
Coluna de hidromassagem Essential 2.o da Roca
coluna-de-hidromassagem
Coluna de hidromassagem Evolution da Roca

Banheiras freestanding

Caso a opção seja por uma banheira de imersão – sem a ativação da hidromassagem, a Roca dispõe de sugestões produzidas em acrílico. A vantagem é que não precisam de acabamento em alvenaria, tornando a instalação ainda mais fácil e prática. Outro ponto interessante é que o modelo de imersão demanda apenas uma saída de água e uma tubulação para o esgoto.

banheira-em-casa
À esquerda, banheira acrílica oval freestanding Georgia, e à direita, Virgínia, ambas da Roca
banheiras-freestanding-roca
Banheiras Palma e Element, da Roca

Bruno Moraes Arquitetura
(11) 2062-6423
www.brunomoraesarquitetura.com.br
@brunomoraesarquitetura

 Cristiane Schiavoni
Tel. (11) 3649 4900
www.cristianeschiavoni.com.br
@cristianeschiavoni

Pati Cillo
www.paticillo.com.br
@paticillo_arquitetura

 Roca
www.br.roca.com
contato.br@br.roca.com

 Informações para a imprensa:
dc33 Comunicação
Tel. (11) 3129-4382
Glaucia Ferreira e Danilo Costa
coordenacao@dc33.com.br
danilo@dc33.com.br

Newsletter

Assine para receber novidades do blog!

banner_875x90

Posts relacionados

Deixe seu comentário

Você é humano?

*