29
setembro

Minimalismo e marcenaria inteligente marcam a reforma do apartamento

“Eles nos pediram ambientes discretos e com inspiração contemporânea, pois tinham receio de enjoar se houvesse uma combinação mais intensa de cores e texturas”, relembra Claudia.

Um lar fluído, minimalista, integrado e com a presença de poucas cores e texturas foram alguns dos principais pedidos de um jovem casal para a dupla de arquitetas Claudia Yamada e Monike Lafuente, à frente do escritório Studio Tan-gram. O apartamento, localizado no Campo Belo, bairro da Zona Sul de São Paulo, tem 150 m² e foi projetado para acomodar o casal, a filha pequena e mais um bebê prestes a chegar. 

Para a realização do projeto de arquitetura de interiores, as especialistas decidiram trabalhar com uma base neutra pincelada por cores dispostas de maneira pontual em alguns acessórios decorativos. Além disso, investiram em soluções práticas de marcenaria que propiciaram o toque especial aguardado pelo casal, bem como para segmentar, em uma disposição inteligente, o layout que revela a integração da área social.

Na sala de estar, as arquitetas ocuparam uma das paredes com uma estante leve e suspensa, executada por nichos assimétricos, onde os moradores expõem suas coleções de livros, objetos e plantinhas. 

“Nossa proposta foi desenhar um móvel que não ficasse monótono, por isso a brincadeira de nichos abertos e fechados”, explica Monike.

Em uma toada mais moderna, mesclaram madeira clara e laca branca. A poltrona, que já fazia parte do acervo dos clientes, foi posicionada nesse ponto para criar um cantinho de leitura confortável e ainda atua como um ponto extra de assento quando os moradores recebem visitas. Outro pedido foi para que a TV não se destacasse tanto no protagonismo da sala. Dessa forma, o painel em laca cinza chumbo se aproxima da cor do equipamento eletroeletrônico, fazendo com que o mesmo não se destacasse na parede.

O painel ripado foi responsável por dar continuidade entre os ambientes integrados, conferindo mais harmonia entre os espaços. | Foto: Estúdio São Paulo

Outra solução de marcenaria interessante foi o grande painel que reveste a parede desde a porta do lavabo até a cozinha. Do piso ao teto, ele conta com nichos e prateleiras, acomoda a geladeira, um gavetão vertical e muitos armários.

Nossa ideia era que ele abraçasse a área, resultando em unidade. Embora não seja uma regra, gostamos de harmonizar e integrar ambientes com diferentes usos por meio de uma superfície com acabamento único, que conferem uma leitura só aos ambientes”, conta Claudia.

Embora em um contexto integrado, o casal expressou o desejo de contar com a possibilidade de momentos de privacidade para a área da cozinha. Para tanto, as arquitetas do Studio Tan-gram inseriram portas de correr que auxiliaram no propósito de setorizar o espaço e esconder aquela baguncinha que aparece normalmente nos momentos de preparo das refeições.

Apostando em linhas retas, as profissionais acrescentaram cor para a cozinha com o armário em laca azul marinho e marcaram a efetivação das atividades do ambiente por meio da triangulação entre a pia, fogão e geladeira. Pensando em proporcionar para os moradores um espaço para refeições rápidas, a cozinha conta também com uma mesa confeccionada em quartzo – mesmo material da bancada e frontão da pia –, que está voltada para a sala e pronta para acomodar quatro pessoas.

Atentas à ideia de agregar unidade aos ambientes, a dupla projetou o buffet, que está localizado no living, mas se estende contornando a parede e chegando à varanda, onde há um nicho que embute a pequena adega de vinhos. Na bancada, revestida por um vidro extra clear, que amplia sua durabilidade, há uma bandeja com bebidas para o cantinho do bar, uma cafeteira e quadros apoiados. 

“Ou seja, o móvel possui diversas funções e não ocupa quase nada de espaço”, destaca Monike. No seu fechamento, a varanda contou com a proteção UV nos vidros que isola a área sem prejudicar a iluminação natural.

Quem olha para este espaço confortável da varanda nem imagina que atrás do sofá está camuflada condensadora do ar-condicionado. Para escondê-la, as profissionais apostaram na clausura envidraçada com película jateada, que introduziu a sensação de profundidade e foi complementada pelo clima natural das plantinhas.

Seguindo o mood minimalista e clean presente em todo o apartamento, o dormitório do casal possui cabeceira de madeira ripada que ocupa todo o perímetro da parede. No enxoval, o off white e o azul foram os tons escolhidos para colaborar com a aura de conforto e tranquilidade.

Fotos: Estúdio São Paulo

Sobre Studio Tan-Gram
Tangram é um quebra-cabeça chinês formado por 7 peças geométricas capazes de formar até 5 mil formas diferentes. Inspirado nesta pluralidade, versatilidade e criatividade surgiu o nome do escritório, liderado pelas arquitetas Monike Lafuente e Claudia Yamada. A arquitetura que concebem e acreditam se estrutura na multiplicidade de soluções, adaptabilidade ao usuário-espaço e renovação de conhecimento contínua. São espaços desenvolvidos para o ser humano e, portanto, cada desafio traz uma solução individual.

www.studiotangram.com.br
@studio.tangram
Av. Onze de Junho, n 1070 – Cj. 609 – Vila Clementino, São Paulo – SP, 04041-004
(11) 5571-3304 (WhatsApp)

Divulgação:
Dc33 Comunicação
Heloisa Vieira, Glaucia Ferreira, Danilo Costa
(11) 98125-7319
www.dc33.com.br
@dc33comunicacao

Quem escreve:

Newsletter

Assine para receber novidades do blog!

banner_875x90

Posts relacionados

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.