22
junho

Soluções para definir o morar em apartamentos pequenos

soluções-para-apartamentos-pequenos
Projeto Andrade & Mello Arquitetura | Foto Emerson Rodrigues

O novo estilo do morar do brasileiro exige bastante praticidade e funcionalidade. Diante do aumento da demanda por apartamentos compactos, registrado pelo mercado imobiliário nos últimos anos, é primordial pensar nas necessidades do morador para eleger as soluções dentro dos poucos metros quadrados disponíveis. A afirmação vem da dupla de arquitetos Erika Mello e Renato Andrade, sócios no escritório Andrade & Mello Arquitetura.

Entender o estilo de vida do cliente nos permite definir, junto com ele, o que será essencial no projeto”, ressalta Erika.

apartamento-pequeno
Projeto Andrade & Mello Arquitetura e Interiores | FOTO Luís Gomes

É com essa sensibilidade que o profissional de arquitetura lança mão de ideias que, ao serem executadas, promovem uma maior comodidade nessa relação com o lar. Por exemplo, para um morador que trabalha em casa, certamente ele despenderá mais horas em um determinado cômodo. Com esse olhar, Erika e Renato focam na busca por um mobiliário ainda mais confortável. 

“Situação semelhante acontece quando nosso cliente relata que deseja ter um cantinho para curtir seus filmes ou que deseja receber visitas. Mesmo com pouco espaço, nossa missão é sempre trazer as melhores condições para isso. Imóvel pequeno definitivamente não é sinônimo de inadequação do viver”, reforça Renato.

No aproveitamento de espaços, a marcenaria segue como a grande aliada. Prateleiras ou armários suspensos são maneiras de aproveitar a altura da parede e deixar o espaço liberado. Abusar de móveis com design e que propiciam benefícios como dupla funcionalidade ou o encaixe uns nos outros também contribui para liberar a circulação quando não estão em uso.

Com as oportunidades que o planejamento da marcenaria nos agrega e as inovações da indústria moveleira, trazemos respostas que muitas vezes o cliente se surpreende. Cada centímetro faz diferença para a funcionalidade do imóvel e nosso trabalho é otimizar o que temos disponível”, compartilha Érika.

Tendo em vista que a organização norteia a execução do projeto, definindo o local correto para cada item, ela também deve se fazer presente no dia a dia. Além dos móveis instalados para cada finalidade, caixas organizadoras contribuem para deixar o ambiente mais agradável aos olhos e facilitar o cotidiano.

Em ambientes pequenos, fica muito mais fácil perder o domínio da situação. Por isso, sempre enfatizamos a necessidade de estabelecer uma rotina de arrumação e a importância de evitar o acúmulo de itens. Já vimos situações de nascer aí um novo estilo de vida”, conta Renato.

Além de adequar, a arquitetura de interiores para apartamentos pequenos também traz o enfoque na decoração, pois o estar em casa deve ser aprazível e belo. Dentro das referências que fazem conexão como o estilo e costumes de quem habitará o apartamento, a escolha dos materiais, objetos, texturas e cores são pensados para agradar e produzir a sensação de amplitude.

Mesmo que quem resida saiba que está em um espaço de 30, 40, 50m², criatividade e escolha dos elementos certos contribuem para expressar a ideia de um lugar maior… ninguém gosta de se sentir apertado”, explica Erika.

Nesse universo, a paleta de cores pode e deve seguir os gostos pessoais do morador. É fato que a premissa dos tons neutros e o visual clean contribui para tornar mais amplo o ambiente, mas com a prerrogativa da moderação é possível trabalhar tons mais fortes e uma essência extrovertida.

Com experiência para entender o que os clientes precisam, a dupla compartilha ideias e soluções que realizaram para ambientes pequenos para inspirar quem está por iniciar essa experiência. Confira:

  1. Mobiliário multifuncional
Apartamentos-Pequenos
Projeto Andrade & Mello Arquitetura e Interiores | Foto Emerson Rodrigues

No loft com apenas 34m², Erika e Renato se viram desafiados a produzir um ambiente de lar que agregasse tudo, inclusive uma área de serviço. Mas onde ela foi parar?

Por meio da marcenaria planejada, o armário-closet composto por portas de vidros deixou de guardar apenas roupas e objetos pessoais para receber uma estrutura compacta composta por máquina lava e seca e espaço para abrigar produtos de limpeza, varal de piso, tábua de passar e vassoura.

A solução equacionou várias questões. Além de permitir que o cliente pudesse cuidar dessas atividades dentro de casa, o projeto promoveu discrição e liberou área útil. 

“Nem a máquina, nem aqueles tradicionais armários para guardar esses itens poderiam tomar o espaço tão precioso”relata Renato.

Acompanhando a marcenaria, a dupla do escritório trabalhou, em paralelo, as questões de elétrica e a hidráulica para entrada e saída de água.

2. Esconder os aparelhos    

apartamentos pequenos
Projeto Andrade & Mello Arquitetura e Interiores | Foto Luís Gomes

Voltamos para uma situação de área de serviço, mas com um aspecto diferente. No apartamento, a marcenaria acompanha a extensão da cozinha e, além do espaço para receber a máquina, o projeto contemplou prateleiras para abrigar os artigos de limpeza e guardar as louças sobressalentes. Outro insight do escritório foi com relação ao tanque, que responde às ações corriqueiras dos moradores, como também faz as vezes de lavabo. Os nichos da marcenaria foram pensados com a finalidade de acomodar o sabonete líquido para lavar as mãos. Versatilidade sob medida.

 Embutir os eletros da cozinha, a máquina de lavar e o que mais for possível é uma condição sempre muito válida para os espaços reduzidos”, reforça Renato.

3. Ambientes multifunções

apartamentos pequenos
Projeto Andrade & Mello Arquitetura e Interiores | Foto Luís Gomes

No entendimento dos desejos e rotina do cliente, tirar projeto da multifuncionalidade do ambiente e dos móveis. Nesse dormitório, a marcenaria contemplou armários para acomodar o acervo de livros dos moradores. Junto com a bancada para o home office – que acompanha uma cadeira ergonomicamente selecionada pelos arquitetos – a televisão foi instalada para os momentos de assistir TV deitado na cama.

4.Quartos de pequenas dimensões

apartamentos-pequenos
Projeto Andrade & Mello Arquitetura e Interiores | Foto Luís Gomes

Com uma pequena metragem, o dormitório do casal se configurou em um desafio para Renato e Erika. Na configuração anterior do imóvel, a posição da cama dificultava a circulação. Por meio da nova disposição e a seleção do décor, a percepção de um quarto mais amplo e aconchegante. Cores fortes, incluídas com parcimônia no papel de parede assinado pela artista plástica Calu Fontes, bem como o destaque na cabeceira, no enxoval e nas almofadas trouxeram elegância. Nos armários, o espelho aplicado como revestimento no armário contribuiu para finalizar a composição

Projetos:
Andrade & Mello Arquitetura e Interiores
@ondeafamiliaacontece

Divulgação:
dc33 Comunicação
Helena Gomes, Glaucia Ferreira e Danilo Costa
(11) 3129-4382

Newsletter

Assine para receber novidades do blog!

banner_875x90

Posts relacionados

Deixe seu comentário

Você é humano?

*